• Marília Folgoni

A Jaqueta de Couro de Cervo, de Quentin D.

A Jaqueta de Couro de Cervo” é um filme francês que conta a história de Georges (Jean Dujardin) e sua obsessão por uma jaqueta de couro de cervo, que fará de tudo para que ninguém use qualquer tipo de jaqueta novamente! Parece absurdo, mas quem assina a direção é Quentin Dupieux, também diretor de “Wrong”, um inesquecível filme de 2012, pautado por uma narrativa (e direção de arte) “nonsense”.


Desta vez, o diretor opta por uma realização não tão abertamente sem sentido quanto “Wrong”: a história poderia muito bem ser realidade. “A Jaqueta de Couro de Cervo” começa despretensioso: uma pontinha de curiosidade misturada com um “onde será que isto vai parar?”. E depois nos surpreendemos com as atitudes absurdas do protagonista para conquistar seu objetivo, podendo Quentin Dupieux até se comparar (brandamente) ao seu consagrado xará Quentin Tarantino. Inclusive, quem bate o olho no cartaz pode até pensar que se trata de Tarantino (pela fonte das letras), me pergunto se foi proposital.

A Jaqueta de Couro de Cervo” fica ainda mais brilhante quando um filme dentro do próprio filme começa a ser desenvolvido pelos personagens através de uma câmera amadora, tendo alguns takes visualizados por meio de uma televisão antiga (como no cartaz). Além da percepção dos dispositivos eletrônicos, há uma riqueza ímpar em detalhes, que provém de uma direção de arte primorosa. O filme também conta com atuações e diálogos sutis nas cenas, que permitem ao espectador sua própria interpretação de veracidade de fatos na trama.


Nota: (5/5)

Assista ao trailer:

#californiafilmes #cinema #critica

© 2018 por Todas Geek. 

  • Facebook Todas Geek
  • Instagram Todas Geek