Crítica: CREED II é digno dos filmes de ROCKY


A continuação de Creed é um dos longas mais aguardados para os fãs dos filmes de luta. Com belas paisagens, ótima edição e um super elenco, a sequência é um dos grandes feitos do diretor, Steven Caple Jr.

Dando continuidade à história de Adonis Creed, interpretado por Michael B. Jordan, vemos, inicialmente, o jovem lutador numa disputa para o título de campeão da categoria de peso pesado de boxe. Nos minutos iniciais podemos sentir que Creed, já campeão, tem o carisma e a mesma garra que o pai falecido, Apollo, também lutador. Identificamos vários personagens logo depois da vitória; Rocky (Sylvester Stallone), treinador de Creed e Bianca (Tessa Thompson), futura esposa do lutador. Desta vez, a narrativa busca um arco lá de trás: "Rocky IV"! Trinta anos após a derrota para Rocky, Ivan Drago (Dolph Lundgren), responsável pela pela vitória ao qual Apollo morreu, e seu filho Viktor (Florian Munteanu) voltam para desafiar Adonis Creed, como uma forma de revanche a Rocky.

Com uma narrativa mais direta e sem rodeios, Creed II atinge um nível alto de produção de efeitos sonoros em que, em todas as lutas, os golpes são intensos até para quem assiste. É agonizante ver qualquer um apanhar ali no ringue. A fotografia é diferente e busca da melhor forma combinar com tudo, inclusive com tons frios nas cenas em que Viktor treina na Rússia. Os enquadramentos e linguagem audiovisual são mais que referências para boas edições de filmes de luta.

A perfeição da atuação de todos os envolvidos no elenco é inacreditável. Desde a preparação de Michael ao engordar para o papel de Adonis até as interpretações de Thompson como esposa e nas performances como cantora, o elenco TODO é maravilhoso. Destaque para Stallone que pode passar anos, nosso Rocky sempre será o Rocky!

Destaque para a montagem em conjunto com a trilha sonora na cena em que Creed precisa se recuperar depois da primeira tentativa de derrotar Viktor. São poucas montagens que nos emocionam e nos deixam apreensivos por um protagonista que precisa dar a volta por cima e busca se superar.

Sem dúvida, é preciso dizer que o melhor do filme são as referências dos longas de Rocky, Diferente do que vimos em Creed I. Claro, há muitos clichês em relação "à jornada do herói", que chega até ser previsível, fora isso, a emoção da história de Adonis é empática aos olhos do espectador.

Creed II é tudo o que precisávamos e queríamos vem em uma sequência da franquia de Rocky. Há uma combinação incrível de drama com ação e a emoção é garantida na cena final, principalmente pela trilha sonora.


Asissta ao trailer de Creed II:

#creed #michaelbjordan #rocky #sylvesterstallone #florianmunteanu

© 2018 por Todas Geek. 

  • Facebook Todas Geek
  • Instagram Todas Geek