Crítica | "Eu Sou Mais eu" - boa mensagem, falta profundidade

Atualizado: 25 de Jan de 2019


Não é de hoje que vemos filmes em que a protagonista volta ao passado. Eu Sou Mais Eu é uma dessas tentativas que infelizmente não deu certo e torna-se mais uma produção fraca criada para um público inexistente.

Fora da internet, Kéfera vem ganhando espaço na TV e nas telonas. Dessa vez, ela é Camila Mendes, uma super cantora famosa que é egocêntrica, vaidosa e eventualmente tem ataque de estrelismo em qualquer lugar. Certo dia, ao esnobar uma fã que invadiu a sua mansão e a tratou super mal, tudo mudou de repente! No dia seguinte, Camila volta ao passado. Especificamente em 2004, no momento menos popular de sua vida, quando sofria bullying na escola das garotas populares. Com a ajuda de seu único amigo, Cabeça, interpretado pelo ator João Côrtes, Camila precisa achar uma maneira de sair dessa encrenca.

O longa tem uma boa mensagem sobre humildade, bullying e relacionamentos familiares. É uma pena que todos esses temas são abordados de forma rasa. Há muito clichês e pouca profundidade nas cenas.

A atuação de Kéfera ainda engatinha em comparação ao elenco, mas é bem melhor que em outros trabalhos. João Côrtes é excepcional e Giovanna Lancellotti, que interpreta a adolescente vilã, Drika, é brilhante.

A nostalgia de 2004 é o centro do humor de Eu Sou Mais Eu. Muitas situações nos lembram das eras do disk man, celular com o jogo da cobrinha, o grupo Rouge etc. Realmente, o forte do longa são as situações da protagonista em meio à dificuldade da falta de tecnologia.

Infelizmente a relação mensagem e público ficou avulsa porque o linguajar nos diálogos são um pouco pesados para um público tão jovem que provavelmente não conhecem nem a metade das referências de 2004. Além disso a história é pouco atrativa para o público adulto. Sendo assim, faltou alinhar o conteúdo certo para o espectador certo.

Eu Sou Mais Eu levará muitos fãs ao cinema, principalmente pela protagonista, ainda que o filme não seja um marco de comédias brasileiras ele tem boa mensagem sobre mudanças e humildade.

Assista ao Trailer de Eu Sou Mai Eu:



#cinemabrasileiro #kefera #eusoumaiseu


© 2018 por Todas Geek. 

  • Facebook Todas Geek
  • Instagram Todas Geek