O Retorno de Ben: um processo de redenção

Atualizado: 25 de Mar de 2019


O longa conta a história de Ben Burns (Lucas Hedges), um jovem viciado em heroína que após algum tempo fora de casa, retorna inesperadamente da reabilitação. Com sua volta, a irmã Ivy Burns (Kathryn Newton) e seu padrasto Nean Beeby (Courtney B. Vance) demostram a preocupação das consequências do que isso poderia trazer a família, ainda mais em época de natal, onde o filme sugere que já houveram muitos natais conturbados por conta de Ben. Em contraponto, sua mãe Holly Burns (Julia Roberts) apresenta um comportamento muito esperançoso, capaz de "cegá-la" a respeito das consequências desse retorno.

A narrativa completa do filme se passa em um único dia, a véspera de natal, um momento onde paira o ar de união, esse era o desejo de Holly, representar socialmente uma mãe confiante e destemida e também uma família muito bem estruturada. Apesar disso, fica evidente a dificuldade, por ser uma mulher separada, casada com um outro homem de diferente etnia, e com um filho que representa uma ameaça para a sociedade.

Em um dia conturbado onde tudo acontece, Ben retorna para casa e precisa enfrentar seu passado e as consequências dele, revive seus conflitos e medos no mundo das drogas, e assume uma importante tarefa afim de se redimir.

A estética visual do filme é bem escura e melancólica, o estilo de filmagem bem intimista, como pede um drama, há momentos em que há takes longos bem parados em close e em outros, câmera na mão bastante trêmula que representam as angustias mãe e do filho. Outro elemento que se destaca é o pouco uso de trilha sonora, apesar do filme ser um drama, onde costuma-se abusar de trilhas com finalidades emocionais, o diretor prefere colocar poucas trilhas, alguns momentos utiliza de ruidagem, e na maioria da narrativa o silêncio impera, conseguindo transmitir o vazio angustiante do momento que enfrentam.

Apesar do diretor Peter Hedges, ter presenteado seu filho Lucas Hedges com o papel de protagonista, Julia Roberts sem dúvida assume um personagem de evidência, sua atuação é brilhante e ela representa a incansável mãe, esperançosa, destemida e capaz de fazer tudo pelo seu filho, até mesmo se colocar em situações muito perigosas.

O drama representa bem o difícil processo de redenção de um viciado, sua luta e desespero, para ser aceito e readquirir a confiança da família e também da sociedade.


Assista aqui o trailer:

#oretornodeben #critica #cinema #todasgeek #juliaroberts


Nota 3,5/5


© 2018 por Todas Geek. 

  • Facebook Todas Geek
  • Instagram Todas Geek